segunda-feira, 17 de novembro de 2008

Oração a Nossa Senhora do Rosário



Minha Nossa Senhora,
companheira fiel de toda a minha vida,
neste dia em que te contemplamos com teu rosário,
não posso deixar de sorrir e pensar
na minha própria vida.
Ela também parece um terço,
aliás, um rosário, pois já vivi muitos anos.
e não acredito na expressão “um rosário de lágrimas”,
porque não conheci apenas os mistérios dolorosos.
Meus dias, como pequeninas contas,
passei na tua escola, Mãe,
e a teu lado aprendi que estar disponível,
como tu te colocaste diante de Deus,
é fonte de sabedoria e profunda felicidade.
Sim, Ele faz por nós maravilhas...
Assim, com os mistérios da alegria
aprendi a servir, a escutar, a acolher.
Com os mistérios da dor,
entendi o sofrimento, chorei ao teu lado,
falei-te de minhas mágoas e fraquezas.
E elas não foram poucas, pois as contas são muitas...
Com os mistérios da glória,
pude encher meu coração de esperança e
daquela certeza grande e profunda que só
entende quem muito ama.
Procurei amar sempre, minha Senhora,
mas teu Filho sempre me amou muito mais,
e tu mesma sempre me foste tão querida.
E agora, quando já desfiei tantos e tantos rosários,
me disseram que havia também os mistérios da luz.
E entendi tudo, Mãe do Verbo Encarnado,
pois essas pequenas contas que
evocam grandes momentos
sempre encheram meus dias de muita claridade.
Glória ao Pai, glória ao Filho, glória ao Santo Espírito!
Amém

Nenhum comentário: